Por favor aguarde Carregando...

Page Loader

Conteúdo

Footer Icon

Outubro Rosa

A gente adora uma brincadeira, mas o assunto de hoje é sério: outubro é o mês da luta contra o câncer de mama e ressalta a importância da conscientização para o autoexame. O câncer de mama é um tumor que pode ocorrer tanto em mulheres quanto em homens e é relativamente raro antes dos 35 anos. Ele é causado por alterações genéticas, que podem ser estimuladas por fatores ambientais como uso de hormônios ou gravidez em idade mais avançada, por exemplo, ou também por fatores genéticos. A realização de exames diagnósticos como forma de prevenção é imprescindível para que um caso seja identificado precocemente e seu tratamento ocorra de forma mais rápida, antes que chegue a seus estágios mais avançados. O aparecimento de um caroço é o principal sinal de alerta, mas é importante dar atenção a outros sinais como inchaço em parte do seio, irritação da pele ou saída de secreção pelo mamilo. A recomendação é que as pessoas, principalmente mulheres, façam autoexame regularmente junto com mamografia pelo menos uma vez ao ano a partir dos 40 anos. Depois de diagnosticado, o paciente é direcionado para o tratamento o mais rápido possível. O tratamento do câncer de mama é principalmente cirúrgico, mas pode ser complementado com radioterapia, quimioterapia e hormonioterapia. Os tipos de cirurgia dependem do estágio em que o câncer se encontra; a quadrantectomia ou a mastectomia fazem a retirada parcial ou total da mama, respectivamente. A radioterapia consiste em uma forma de tratamento que visa diminuir a chance da doença voltar no local operado, enquanto a quimioterapia é um tratamento para tratar alguma célula que possa ter saído da mama. Por último, a hormonioterapia consiste em uma forma de tratamento através do uso diário de comprimidos. Quando o tratamento estiver completo e não houver mais sinais visíveis da doença, se inicia a fase de remissão. Infelizmente, não é uma certeza por completo de que a doença não volte, por isso o paciente deve ser orientado para continuar fazendo autoexames, consultar-se nos médicos a cada 4 meses e fazer mamografia anualmente. A Café Com Pernas sabe da importância de um diagnóstico precoce na luta contra o câncer de mama, por isso, previna-se, sempre! O autoexame é um ato fácil que pode ajudar muito com algo tão grave.

Comentários Facebook