A criatividade vem do berço – Café com Pernas

Com certeza você, assim como eu, quando criança já ouviu:

– A nuvem é branca, o céu que é azul!
– O sol não tem rosto!
– Tem que pintar dentro da linha!

Todos nós nascemos com um alto potencial criativo.

Como diriam os cantores e compositores Vinícius e Toquinho “se um pinguinho de tinta cai num pedacinho azul do papel, num instante imagino uma linda gaivota a voar no céu”, essa é a verdade da nossa infância.

É uma pena que, com o passar dos anos, todo esse potencial vai se tornando algo quadrado e se camufla entre as demandas e obrigações diárias.

Com cada vez mais plataformas e interfaces, velocidade da informação, necessidade de interação e os famosos “job’s pra ontem”, fazer o que é mais rápido e prático se torna cada vez mais comum. Assim sobra pouco tempo para exercitar o que realmente nascemos para fazer: Criar o inimaginável!

Por isso, fica a dica. Praticar o “errado”, às vezes, pode ser o mais “correto”!
Desenhe fora da linha, pinte a grama de azul, rabisque e recorte como você quiser. Exercite sua criança interna e ajude os pequenos criativos a nunca perderem a deles.

Só assim criamos, literalmente, aquele layout de um mundo melhor.

E lembre-se:
Quebrar os padrões estipulados não nos torna “arteiros”, apenas nos deixa um pouco mais “artista”.

Leave a comment