É tudo mentira! – Café com Pernas

Dia desses, fui ao supermercado fazer compras quando comecei a observar uma senhora que estava no corredor dos alimentos em conserva.

Essa senhora, que aparentava ter não mais do que 70 anos, segurava duas latas de milho em conserva, uma em cada mão, de duas marcas distintas. Aproximava a lata da mão direita junto ao rosto tentando facilitar a leitura do rótulo.

Ela repetiu o gesto com a outra lata de milho e, enquanto lia, dizia em voz alta: “é tudo mentira!”.
Após ficar balbuciando essa frase algumas vezes, acabou optando por uma das latas e seguiu para outro corredor.

Esse gesto dessa senhora chamou minha atenção e me fez pensar: “Se tudo ali descrito naquele rótulo era mentira, qual foi o fator que fez aquela senhora optar por uma das marcas?”
A resposta só ela sabe, mas podemos elencar alguns fatores que podem ter auxiliado em sua decisão.

O preço, o design da embalagem e o marketing do produto.

 

Para não estendermos muito o assunto falarei brevemente sobre cada um dos fatores.

 

Preço:

O preço é um fator importante para os consumidores durante o processo de compra, porém nem sempre é o fator decisivo. É óbvio que em um momento de crise econômica as pessoas tendem a optar por um produto mais barato, mas a percepção geral é de que este produto teria uma qualidade “inferior” em relação a um produto de valor mais elevado, tido quase sempre como um produto “Premium”.

 

Design:

O design de um produto tem um importante papel na decisão de compra do consumidor. Ele ajuda na percepção de qualidade de um determinado produto. Através do design, um produto pode transmitir a ideia de que seja melhor e exclusivo. Tudo isso se dá na escolha cuidadosa dos materiais utilizados na composição da embalagem, no design do produto, na escolha das cores e no seu layout.

 

Marketing:

No marketing, são definidas estratégias de promoção do produto, como a divulgação do mesmo em varias mídias. Tudo levando em consideração o público e seus hábitos, com intenção de criar identificação com o consumidor.

Ainda, há estratégias nos pontos de vendas para ajudá-lo no momento da escolha.

 

Seja por qual motivo for, o certo é que uma dessas estratégias foi eficiente e auxiliou aquela senhora em seu momento de compra. Pretendo me aprofundar nesses tópicos com maior profundidade em uma outra oportunidade.

 

Espero que o texto tenha sido útil, e se ficou alguma dúvida, deixe sua mensagem.

 

Até Breve!