Propaganda e Cinema – Café com Pernas

Muitas pessoas acham que publicidade e propaganda são equivalentes. #só que não.

Sim, as duas tem o mesmo objetivo, atingir pessoas, mas por causas diferentes. Vou tentar definir propaganda comparando com o apaixonante mundo do cinema.

Como não ser apaixonante este mundo em que você poder ser várias pessoas, viver em vários lugares, em diferentes épocas,  viver grandes aventuras, alegrias e a uma deliciosa sensação de liberdade (Posso até sentir a brisa no rosto enquanto escuto a trilha perfeita ao fundo).  Ou então se sentir profundamente tocado por conflitos emocionais e sociais. No cinema, você pode ser tudo o que quiser durante as duas horas do filme, enquanto a realidade te espera bem ali ao seu lado, e ainda permite que você transforme essa realidade, pois agora o mundo cinematográfico te deu uma opinião diferente sobre algo, dois olhares para um fato, uma leveza para encarar um obstáculo, um riso no rosto diante de uma cena que você ficaria tenso, um cuidado para tal problema e até escolher o seu herói para se espelhar durante a vida ou alguém que não quer ser… enfim, um mundo de possibilidades.

A propaganda tem o mesmo dom, ela te tira da zona de conforto durante minutos, te toca de maneira extasiante e quando você volta para a vida real, algo está te incomodando, e é este incomodo que te faz querer agir, mudar a maneira como enxerga e atua na sociedade prezando o bem de todos, de uma causa, de uma cultura.

É desta propaganda que tenho orgulho, foi ela quem fez de mim e fará de muitos, amantes da propaganda.

Quanto a publicidade, é assunto para o próximo post.